UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

12/12/2007 - 13h08

Rinoceronte sofre por rejeição de fêmeas em zôo da Índia

Da Ansa
NOVA DÉLHI - Mohan, o único rinoceronte africano de um zoológico na Índia onde existem apenas rinocerontes asiáticos, está à procura de uma namorada há mais de 30 anos, mas, no entanto, não conseguiu encontrar nenhuma pois tem sido discriminado devido a seu aspecto físico diferente.

A diferença entre as duas espécies esta no chifre. O rinoceronte asiático tem um, já o africano, assim como Mohan, tem dois.

Evidentemente, para as fêmeas da espécie asiática, Mohan é considerado como aquele com um chifre a mais.

Mohan vive no zoológico de Assam, estado no nordeste da Índia, onde vivem 65% da população mundial dos rinocerontes com um chifre só.

Esta sua solidão forçada o levou a muitos problemas, tanto de comportamento quando de saúde. Mohan vive sozinho, parado no canto de sua ampla jaula, sofre de diarréia crônica e toma inúmeros medicamentos.

Os responsáveis pelo zoológico declararam que procuraram uma exemplar fêmea para fazer companhia a Mohan, mas que, no entanto, isso ainda não foi possível.

A única fêmea "disponível" se encontra no zoológico de Mysore, no sul da Índia, mas o custo do transporte é muito elevado para as autoridades do zoológico de Assam.

Diversos grupos de defesa dos animais estão protestando contra as autoridades do zoológico de Assam pela tentativa de acasalar Mohan com rinocerontes asiáticos, operações tidas como contra a natureza, assim como aquelas feitas entre leões e tigres.
Considerando a idade avançada de Mohan, os especialistas do zoológico de Assam estão desesperadamente procurando uma maneira de encontrar outra fêmea para ele ou angariar fundos para levar aquela do zoológico de Mysore, para oferecer ao rinoceronte aquilo que chamam de sua "última oportunidade".

Hospedagem: UOL Host