UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

01/05/2007 - 12h09

Gestos de macacos 'revelam origens da linguagem humana'

Um estudo da universidade Emory, nos Estados Unidos, afirma ter encontrado indícios de que primatas evoluídos usam gestos para se comunicar de forma semelhante aos humanos.

A descoberta, publicada na revista especializada Proceedings of the National Academy of Sciences, pode ajudar os especialistas a entender o desenvolvimento da linguagem dos homens.

Muitos defendem a tese de que a linguagem foi criada a partir de uma comunicação gestual com as mãos.
"A idéia é que começamos a desenvolver a linguagem não pela fala, mas por meio de gestos", afirmou o pesquisador Frans de Waal, que participou do estudo.

Os cientistas do Centro de Primatas Yerkes da universidade americana estudaram chimpanzés e bonobos, também conhecidos como chimpanzés pigmeus, e perceberam que eles usam gestos com muito mais flexibilidade do que expressões vocais e faciais.

Um chimpanzé macho, por exemplo, pode pedir comida para outro chimpanzé simplesmente lhe estendendo o braço com a mão aberta.

Convite sexual

O especialista explica que o mesmo gesto, entretanto, é usado pelos machos para convidar uma fêmea para manter relações sexuais ou, no caso de dois machos, como gesto de pazes, após uma briga.

"O mais típico é que usam o gesto para pedir comida. Mas eles podem usá-lo para coisas completamente diferentes", afirma de Waal.

Estes usos específicos dos gestos são uma das principais distinções entre os primatas superiores de outras espécies, segundo o pesquisador.

Embora todos os primatas utilizem expressões vocais e faciais para se comunicar, só os superiores - chimpanzés, bonobos, orangotangos e gorilas - também usam gestos da mesma forma que os humanos.

Quando os primatas gesticulam, eles usam a mão direita, que é controlada pelo lado esquerdo do cérebro, o mesmo que controla o centro de linguagem no cérebro humano.

Hospedagem: UOL Host