UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

21/03/2008 - 15h43

Ação de máfia na Itália afeta venda de mozarela de búfalo

David Willey
BBC News
A ação da Camorra, máfia que opera em Nápoles, na Itália, afetou as vendas de mozarela de búfalo na região.
De acordo com associações de fazendeiros, as vendas do queijo da região - uma das mais famosas iguarias italianas - caíram quase 50% nas últimas semanas, depois que 80 búfalos foram colocados em quarentena sob suspeita de que seu leite tenha sido contaminado pelo contato com dioxina, uma substância tóxica liberada pelo lixo.

Os animais pastavam numa área onde lixo tóxico industrial teria sido despejado ilegalmente pelos mafiosos.
Laboratórios do governo estão examinando amostras de leite retiradas de dois mil búfalos que pastavam perto de Caserta, no norte de Nápoles.

Os especialistas acreditam que apenas uma fração ínfima da produção total do leite tenha sido afetada e afirmam que os consumidores teriam de consumir grandes quantidades de mozarela durante vários meses para que o nível de dioxina afetasse a saúde.

Negócio lucrativo
Milhares de toneladas de lixo se acumularam nas ruas de Nápoles no início do ano devido à greve dos lixeiros.
Eles protestavam contra a superlotação dos depósitos de lixo, que alcançaram a capacidade máxima.
Segundo especialistas, a origem do problema é que a máfia napolitana transformou o lixo em um negócio altamente lucrativo.

A Camorra sabotou todas as tentativas de construção de incineradores mais modernos e deixou a região totalmente dependente de depósitos de lixo.

Hospedagem: UOL Host