UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

26/08/2008 - 06h07

Macacos capuchinhos 'têm prazer em compartilhar', diz estudo

Pesquisadores nos Estados Unidos dizem que, aparentemente, os macacos capuchinhos, assim como os seres humanos, têm sentimentos de gratificação ao doarem algo para um semelhante.

Esta conclusão foi tirada após um recente estudo usando tomografia computadorizada em humanos ter registrado atividade nos centros de satisfação do cérebro depois que as pessoas fazem donativos a organizações de caridade.

Cientistas do Centro Yerkes de Pesquisas de Primatas da Universidade de Emory, em Atlanta, observaram o comportamento de oito fêmeas adultas. Elas foram colocadas juntamente com uma outra - parente, outra fêmea de seu grupo social ou uma totalmente desconhecida.

Em seguida, os pesquisadores deram aos capuchinhos dois tipos de fichas que podiam ser trocadas por alimentos. Uma delas, a opção egoísta, rendia ao macado um pedaço de maçã. A outra, a opção social, rendia um pedaço de maçã para o animal e seu companheiro.

Segundo os cientistas, os capuchinhos escolhiam a opção social quando tinham como par um parente ou alguém de seu grupo, mas não quando o par era um animal de outro grupo.

"O fato de os capuchinhos terem selecionado predominantemente a opção social significa que ver um outro macaco receber comida deve ser gratificante para eles", disse Frans de Waal, um dos dois líderes da equipe de pesquisa.

"Nós acreditamos que o coportamento social é baseado em empatia. A empatia aumenta tanto em seres humanos quanto em animais com a proximidade social e, no nosso estudo, parceiros próximos fizeram mais escolhas sociais. Parece que eles se importam com o bem-estar dos que conhecem", afirmou.

A equipe de Atlanta espera agora descobrir se doar é gratificante para os capuchinhos porque eles podem comer juntos ou se os macacos simplesmente gostam de ver outros desfrutar do alimento.

O estudo foi divulgado pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Hospedagem: UOL Host