UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

13/10/2004 - 15h00

Ovos de rã vermelha são fecundados por mais de um macho

Por Ana Mancera Madri, 13 out (EFE)- A espécie de anfíbios mais comum na Europa, a rã vermelha, desenvolveu uma nova estratégia reprodutiva que consiste na dupla fecundação de seus ovos, uma por uma rã macho e uma segunda por outro da mesma espécie, de modo que os girinos que nascem têm genes de ambos.

A descoberta, realizada por uma equipe de pesquisadores espanhóis, foi efetuada nos Pireneus, cordilheira entre Espanha e França, enquanto os cientistas estudavam a capacidade de a rã vermelha sobreviver a baixas temperaturas.

Segundo o diretor da pesquisa, o biólogo David Vieites, trata-se de uma estratégia reprodutiva que nunca tinha sido observada em vertebrados terrestres.

Em apenas uma colocação de ovos de uma rã vermelha fêmea, comum nos Pireneus e na Europa central, 84% tinham sido fecundados por mais de um macho, precisou Vieites.

Normalmente, essa espécie de rã vermelha se reproduz seguindo o mesmo procedimento: a fêmea deposita os ovos, o macho se abraça a ela para libertar o esperma em cima deles e depois se separam.

No entanto, a pesquisa de Vieites revela que, após a primeira fecundação, consentida pela fêmea, outros machos depositam seu esperma sobre os ovos, depois de o casal já ter deixado o ninho.

Segundo o biólogo, essa nova estratégia de fertilização se deve à escassez de rãs fêmeas nos Pireneus, onde para cada rã desse sexo há entre quatro e dez machos.

Para determinar a paternidade dos ovos fertilizados, os pesquisadores recolheram 16 ovos diferentes e pegaram amostras de tecido tanto dos pais originais quanto dos outros machos.

Vieites disse que as análises genéticas mostraram que os girinos nascidos possuem genes de todos os machos.

Segundo Vieites, o objetivo agora é compreender a eficácia da dupla fecundação e descobrir as implicações que este tipo de estratégia reprodutiva tem nas fêmeas.

Para isso, a equipe de biólogos analisará o DNA de todos os adultos em um lago modelo, assim como de todos os girinos que nascerem dos ovos depositadas por eles, para poder determinar a eficácia dessa estratégia reprodutiva.

A época de acasalamento da rã vermelha começa na primavera, quando sobem as temperaturas e o gelo das montanhas derrete.

Hospedagem: UOL Host