UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

17/01/2005 - 17h55

Brigitte Bardot reprova ministros por sofrimento de cordeiros

Paris, 17 jan (EFE).- A ex-atriz francesa Brigitte Bardot reprovou hoje, segunda-feira, os ministros franceses do Interior e da Agricultura por não ter feito o necessário para que os cordeiros mortos durante a festa muçulmana do sacrifício sofram menos.

Brigitte Bardot disse que o próprio presidente do Conselho francês do Culto Muçulmano, o reitor da mesquita de Paris, Dalil Boubakeur, lhe garantiu em fevereiro do ano passado que o Islã não se opunha a que os animais estivessem desacordados ao serem degolados.

No entanto, "seus serviços não fizeram o necessário para que os abatedouros de culto muçulmano entrassem em conformidade", disse a defensora dos animais em carta aberta aos ministros.

Fontes oficiais indicaram que o Ministério de Agricultura e o de Interior enviaram em novembro uma circular conjunta com instruções aos prefeitos.

A Festa do Sacrifício é uma manifestação religioso-popular comum ao mundo muçulmano, que se celebra depois do final do mês do jejum (Ramadã), em lembrança do sacrifício de Abraão.

Em 2001, o Supremo desprezou um recurso de Brigitte Bardot contra sua condenação por incitar a violência e o ódio racial em um livro no qual se queixava do número de imigrantes muçulmanos na França, seus massacres de cordeiros durante a festa e a abundância de mesquitas no país.

Hospedagem: UOL Host