UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

29/03/2005 - 09h59

China pede que habitat de pandas se torne patrimônio mundial

Xangai, 29 mar (EFE).- A China pediu às Nações Unidas que transformem em patrimônio mundial o hábitat natural dos pandas na província de Sichuan, informa nesta terça-feira a imprensa de Xangai.

Pequim baseia seu pedido na escassez desta espécie de urso e na variedade e beleza das paisagens da região, destaca o jornal Xangai Morning Post.

As zonas onde predominam os pandas são Wolong, Siguniang e Jiajinshan, todas em Sichuan, perto das cidades de Yaan e Chengdu (capital provincial, com mais de onze milhões de habitantes).

Outras áreas, como Ganzi e Aba, na fronteira com o Tibete, também são parte de seu hábitat natural.

Na China vivem cerca de 1.600 grandes pandas selvagens, dos quais 76% se encontram em Sichuan, segundo a Administração Florestal Estatal da China.

Os pandas, chamados "xiongmao" em chinês ("ursos gato"), ingerem cerca de 20 quilos de bambu diários.

Ameaçados pelos problemas de escassez desta planta, pela caça furtiva e por seu lento ritmo de reprodução, os pandas estão em perigo de extinção e são protegidos pela China, que os considera um símbolo nacional.

Em 2004, a Administração Florestal Estatal e a Fundação Mundial da Vida Selvagem (WWF) descobriram que existem no país cerca de 1.750 pandas, 1.600 dos quais vivem em liberdade, 600 a mais do que se achava.

Hospedagem: UOL Host