UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

25/04/2006 - 16h59

Machos das aranhas preferem as pequenas, gordinhas e virgens

Madri, 25 abr (EFE).- As aranhas-machos preferem acasalar com as fêmeas "gordinhas", pequenas e virgens, porque, além de serem melhores companheiras sexuais, são as menos perigosas, porque têm menos chances de devorar o companheiro após a cópula.

Foi o que Jordi Moya, da Estação Experimental de Zonas Áridas do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) da Espanha disse hoje a EFE. Ele ressaltou "o grande sacrifício" do macho durante o acasalamento, em que corre o "sério risco" de virar comida para sua companheira.

Para evitar o perigo, os machos procuram fêmeas virgens, já que são "mais receptivas" ao ato sexual. As "gordinhas" também são as preferidas, porque têm menos apetite. Além disso, se forem pequenas, melhor, já que assim são mais inofensivas.

As aranhas-machos são consideravelmente menores que as fêmeas. A diferença torna mais fácil tanto a abordagem quanto a fuga após o acasalamento.

A situação provocou o desenvolvimento de um sistema de sinais entre machos e fêmeas. Eles verificam a disposição para se acasalar através de feromônios deixados no solo e nas teias, dispersados pelo vento.

Pelos seus feromônios, as fêmeas fornecem informações variadas e sempre "honestas", segundo Moya. Inclusive sobre a sua virgindade, apesar de em algumas ocasiões poderem utilizá-la para enganar o macho, que pensa que vai acasalar mas acaba sendo devorado.

Para Moya, o caso é "muito raro". Mas ele comprovou que isso acontece em todos os exemplares de tarântula mediterrânea estudados, O índice de machos devorados durante o acasalamento chega a 10%.

Além disso, na pesquisa sobre a espécie, ele observou o uso de outros sinais. As fêmeas, por exemplo, apresentam manchas nas cores preto e laranja, em suas patas, que têm relação direta com seu tamanho.

Hospedagem: UOL Host