UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

20/08/2006 - 16h15

Cientistas acham fóssil de mamífero de mais de 5 milhões de anos

San José, 20 ago (EFE).- Cientistas costarriquenhos descobriram um pequeno dente fossilizado de um "Desmostylus hesperus", um mamífero marinho que viveu há mais de cinco milhões de anos.

A peça foi encontrada em janeiro passado em uma pesquisa do Museu Nacional no Pacífico Sul do país, mas apenas agora conseguiu ser identificado.

Em declarações publicadas hoje pelo jornal local "La Nación", a geóloga Ana Lucía Valerio e o paleontólogo César Laurito, que descobriram o fóssil, disseram que este animal pertence ao período do Mioceno, que se estende há 23 milhões de anos até cinco milhões de anos.

No entanto, a posição dos sedimentos nos quais se encontrou a peça indicam que o "Desmostylus hesperus" viveu no Pacífico sul da Costa Rica entre sete e cinco milhões de anos atrás.

Laurito disse que se trata do "vertebrado terrestre mais antigo já descrito em território costarriquenho".

Mas além da idade da peça, o dente do "Desmostylus hesperus" surpreendeu os geólogos porque, pela primeira vez, restos deste animal foram encontrados em uma região tropical.

Os poucos fósseis deste mamífero achados até agora no mundo estão no Japão, Sibéria (Rússia), Oregon e Califórnia (EUA) e Baixa Califórnia (México).

O "Desmostylus hesperus" - disse Laurito - era um animal forte, parecido com um urso polar, tinha 1,8 metro de comprimento por 1,5 metro de altura, com extremidades curtas, por isso - acredita - passava a maior parte do tempo na água.

Hospedagem: UOL Host