UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

23/10/2006 - 05h55

Raiva já é a doença contagiosa que mais mata na China

Pequim, 23 out (EFE).- A raiva foi nos últimos cinco meses a doença contagiosa mais mortífera da China, o que levou Pequim a iniciar uma campanha para verificar se todos os cachorros no país estão registrados e vacinados.

Segundo informa hoje o jornal "China Daily", nos primeiros nove meses do ano houve 2.254 infecções de raiva, com 2.108 mortes, mais de 25% a mais que no mesmo período do ano passado.

Setembro foi o quinto mês consecutivo no qual a doença liderou a lista dos males contagiosos mais letais, acima da tuberculose, da aids ou da hepatite B.

Diante destes dados, as autoridades de Pequim rastrearão nos dois próximos meses a cidade na busca dos cães que não estejam registrados ou não tenham as vacinas necessárias.

Policiais à paisana efetuam operações para deter, às vezes sem sequer pedir os papéis, os animais, embora, segundo explicou o dono de um cachorro à Efe, a liberação do cachorro pode ser conseguida entregando um pequeno suborno ao agente.

A campanha é centrada especialmente nos cães de tamanho médio e grande, que são obrigados a viver nos arredores e são considerados por muitos cidadãos como os únicos capazes de transmitir a doença, segundo testemunhos recolhidos pela emissora de TV estatal "CCTV".

Números oficiais falam de mais de 550 mil cachorros registrados na capital chinesa, embora estatísticas da Associação de Pequim de Proteção de Pequenos Animais dizem que existam mais de um milhão, publicou hoje a agência estatal "Xinhua".

Hospedagem: UOL Host