UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

15/01/2007 - 01h44

Crescem os temores de novo surto de gripe aviária em Hong Kong

Hong Kong, 15 jan (EFE).- A aparição no domingo de mais uma ave morta no mesmo local onde foi encontrado na terça-feira um pássaro contaminado pelo vírus da gripe aviária intensificou os temores de ressurgimento do vírus em Hong Kong, informou hoje o jornal "South China Morning Post".

As autoridades do departamento de Agricultura, Pesca e Conservação começaram uma série de exames nesta ave e em outras 70 recolhidas no domingo em diferentes pontos da antiga colônia britânica, e os resultados serão conhecidos no final desta semana.

No início de janeiro, os sinais de alarme dispararam quando as autoridades sanitárias confirmaram que uma ave analisada em 31 de dezembro numa das áreas mais povoadas da cidade estava contaminada pelo mortífero vírus H5N1.

Em função disso, o presidente da Sociedade para a Observação de Aves de Hong Kong, Cheung Ho-fai, intensificou um pedido ao Governo para a suspensão da importação de aves usadas em ritos religiosos.

Por sua parte, o Governo pediu dias atrás às comunidades religiosas da região administrativa especial chinesa para que soltem pássaros seguindo uma tradição ligada à libertação das aves com a consecução de uma bênção.

As aves chegam a Hong Kong procedentes, em sua maioria, da China, amontoadas em jaulas onde o contágio pode acontecer de forma muito simples.

Estas aves não são vacinadas, colocadas em quarentena ou inspecionadas, disse Richard Corlett, professor de biodiversidade da Universidade de Hong Kong.

Acredita-se que aproximadamente meio milhão de pássaros são importados a cada ano para serem libertados na natureza em ritos religiosos.

Hospedagem: UOL Host