UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

22/02/2007 - 16h12

Estudo mostra que aves podem planejar o futuro

Nature

Um gaio, parente 'poupador' do corvo usado no estudo

Um gaio, parente 'poupador' do corvo usado no estudo

Londres, 22 fev (EFE) - Uma ave americana conhecida pelo nome científico Aphelocoma californica demonstrou sua capacidade de planejar o futuro com adiantamento da mesma forma que fazem os humanos, segundo a revista científica "Nature".

Um estudo feito por especialistas da universidade britânica de Cambridge demonstra pela primeira vez que uma espécie que não pertence aos primatas tem consciência do conceito do tempo e pode imaginar o futuro e agir de acordo com isso.

Até o momento, o planejamento consciente tinha sido considerado uma faculdade exclusiva dos seres humanos.

Diversos experimentos dessa equipe de cientistas provam que essa ave é capaz de prever quando terá que enfrentar a época de escassez alimentícia e atuar de forma a se prevenir, armazenando mantimentos.

Para chegar a estas conclusões, os cientistas expuseram a Aphelocoma californica a diferentes condições de alimentação e estudaram seu comportamento.

Segundo o professor Nicky Clayton, responsável pela pesquisa, "o planejamento futuro é uma habilidade cognitiva complexa que se atribuía até agora unicamente aos humanos".

Ainda não foi demonstrado que outro tipo de condutas das aves como a construção de ninhos, a migração ou a rotina de esconder nozes para o inverno correspondem à capacidade de antecipar o futuro, mas se acredita que sejam "comportamentos instintivos".

A maioria destas condutas, assinalou Clayton, são "respostas automáticas" em lugar de comportamentos planejados.

Para chegar a estas conclusões, os cientistas submeteram as aves a um período de "treino", durante o qual as distribuíram durante seis dias e em manhãs alternadas em dois compartimentos diferentes.

Em um deles, dava-se café da manhã para elas, enquanto no outro privava-se os animais de comida.

Uma vez concluída a fase de treino, os especialistas começaram a dar comida aos pássaros em horas vespertinas inesperadas.

Os autores do estudo observaram que as aves armazenavam mais alimentos do que era dado para elas quando na mesma manhã tinham ficado privadas de alimento, já que antecipavam que estariam famintas na manhã seguinte.

Com estes experimentos foi demonstrado que essas aves são capazes de planejar o futuro e assegurar uma alimentação variada para o próximo café da manhã.

Hospedagem: UOL Host