UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

23/02/2007 - 21h17

Homem e macaco são parentes mais próximos do que se acreditava

Washington, 23 fev (EFE).- Os humanos e os chimpanzés diferenciaram-se como espécies há apenas cerca de 4 milhões de anos, e não entre 5 e 7 milhões de anos atrás como sustenta a maioria dos cálculos, segundo um estudo publicado hoje.

Uma equipe de pesquisadores liderada por Asger Hobloth, do Centro de Pesquisa de Bioinformática da Universidade da Carolina do Norte, comparou o DNA de chimpanzés, humanos, gorilas e orangotangos.

No artigo publicado na revista "PLoS Genetics", da Biblioteca Pública de Ciência, os cientistas explicam que usaram um tipo de cálculo bem conhecido - método Markov oculto, HMM na sigla em inglês - de maneira inovadora na genética, e chegaram a sua própria medição de quando os humanos diferenciaram-se como espécie.

"A relação genealógica de humanos, chimpanzés e gorilas varia ao longo do genoma", afirma o artigo.

"Elaboramos um HMM que incorpora esta variação e relaciona os parâmetros do modelo com quantidades genéticas de população", disseram os especialistas.

Os cientistas elaboraram um sistema de medição das mudanças genéticas sobre a teoria de que todo o DNA sofre mutações a um determinado ritmo, que pode não ser sempre exatamente o mesmo.

No entanto, as alterações nesse ritmo são compensadas ao longo de períodos longos, como milênios, e esse ritmo pode ser usado para determinar o tempo aproximado de uma mutação.

A equipe, que também conta com pesquisadores da Universidade de Aarhus (Dinamarca) e da britânica Universidade de Oxford, aplicou seu HMM a quatro alinhamentos contíguos de DNA humano, do chimpanzé, do gorila e do orangotango, com um total de 1,9 milhões de pares-base.

"Partindo da base de que a divergência do orangotango ocorreu há 18 milhões de anos, o tempo para a diferenciação de humano e chimpanzé como espécie é de cerca de 4 milhões de anos atrás", afirma o artigo.

Outros estudos recentes indicaram que chimpanzés e humanos, que compartilham um ancestral comum segundo os cientistas, diferenciaram-se como espécies de 5 a 7 milhões de anos atrás. Esses estudos também mostram que os gorilas e orangotangos diferenciaram-se muito antes.

Hospedagem: UOL Host