UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

21/05/2007 - 07h37

Ratos poderiam servir para pesquisar a genética do câncer

Embargada até as 14h de Brasília) Londres, 21 mai (EFE).- Uma equipe americana de cientistas conseguiu pela primeira vez imitar em ratos a instabilidade genômica de alguns tipos de câncer, o que poderia abrir uma futura via de pesquisa da genética do câncer humano a partir desses roedores.

O estudo, publicado hoje pela revista científica britânica "Nature", mostra que os tumores desenvolvidos por estes ratos apresentam alterações genéticas semelhantes às observadas pelos humanos.

Os pesquisadores modificaram geneticamente os ratos e induziram neles a instabilidade genômica do câncer humano, ou seja, as mutações múltiplas de uma célula normal que a transformam em tumoral.

Dirigidos por Ronald DePinho, do Instituto Dana-Farber Cancer de Boston (EUA), os pesquisadores manipularam o linfoma do rato com uma mutação genética também chamada "instabilidade cromossômica", a fim de avaliar a utilidade que os ratos podem ter na descoberta do gene do câncer.

Os cientistas identificaram uma série de genes modificados no animal experimental que também estavam alterados no linfoma linfoblástico precursor de células T dos humanos e em vários outros tumores.

Segundo os autores, o estudo mostra que os oncogenes - responsáveis pela transformação de uma célula normal em uma maligna que desenvolverá um determinado tipo de câncer - dos humanos e dos ratos são comparáveis, o que significa que esses animais de laboratório poderiam servir para pesquisar os complexos genomas do câncer humano.

Hospedagem: UOL Host