UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

08/08/2007 - 14h19

UE ratifica proibição de exportar gado, carne e leite do R.Unido

Bruxelas - Especialistas dos países da União Européia referendaram nesta quarta-feira o embargo às exportações de gado vivo, carne e produtos lácteos do Reino Unido, decretado provisoriamente na última segunda para evitar a propagação da febre aftosa.

O Comitê Permanente da Cadeia Alimentar e da Saúde Animal aprovou "unanimemente" a decisão cautelar da Comissão Européia (CE, órgão executivo da UE), que considera "zona de alto risco" todo o território britânico, menos a Irlanda do Norte, informou o Executivo do bloco europeu em comunicado.

A grande amplitude da zona coberta pelo embargo, estipulada a pedido das próprias autoridades britânicas, se justifica pela "continuidade da incerteza sobre a evolução da doença e a necessidade de se manter um enfoque de precaução".

A proibição das exportações será mantida inicialmente em vigor até 25 de agosto. Os especialistas voltarão a se reunir em 23 de agosto para avaliar a situação.

Na reunião desta quarta, os analistas expressaram seu apoio à atuação e às medidas adotadas pelas autoridades britânicas para controlar os focos de febre aftosa detectados em Surrey, no sul da Inglaterra.

Além disso, apoiaram por unanimidade o embargo decretado provisoriamente pela CE na última segunda-feira, embora tenham definido algumas remodelações técnicas.

O alvo destas últimas é esclarecer que as exportações de carne da Irlanda do Norte, a única região fora da zona de alto risco, poderão transitar pelo resto do território britânico se cumprirem com as devidas medidas de proteção, segundo o comunicado.

Durante a reunião, a delegação britânica confirmou ao Comitê que já são dois os focos surgidos perto de Surrey desde a detecção dos primeiros animais doentes em 3 de agosto do ano passado.

Além disso, informou que os animais das fazendas atingidas foram sacrificados, e que suas instalações, higienizadas.

A delegação britânica também repassou ao Comitê informações sobre as investigações que estão sendo desenvolvidas para esclarecer a origem da doença, aparentemente relacionada com um laboratório de vacinas instalado nas proximidades.

As decisões do Comitê Permanente serão assumidas por escrito pela Comissão Européia nos próximos dias.

Hospedagem: UOL Host