UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

10/01/2008 - 17h45

Vírus mais perigoso da gripe aviária é detectado em três cisnes na Inglaterra

(Acrescenta declarações de Gordon Brown) Londres/Bruxelas, 10 jan (EFE).- A variante mais perigosa do vírus da gripe aviária, o H5N1, foi detectada em três cisnes mortos no condado de Dorset, no sul da Inglaterra, informou hoje o Departamento para Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais (Defra, na sigla em inglês).

Segundo comunicado do Defra, os testes realizados por veterinários nas três aves silvestres, que foram encontradas na conhecida colônia de cisnes de Abbotsbury Swannery, deram positivo para a "altamente patogênica variedade H5N1".

A Comissão Européia (CE, órgão executivo da União Européia) informou que este último foco de gripe aviária descoberto no Reino Unido é o primeiro de H5N1 detectado em aves silvestres na União Européia desde meados de agosto de 2007.

Entretanto, casos em fazendas avícolas de outros países, como Alemanha e Polônia, foram registrados posteriormente.

Segundo a CE, as medidas usadas para controlar os focos da gripe surgidos em 2006 e 2007 foram eficazes.

O H5N1 oferece perigo devido a sua capacidade de mutação e à possibilidade de contágio para seres humanos, apesar de as autoridades britânicas insistirem que "muito raramente e dificilmente" o vírus passa para o homem.

Uma área de controle e supervisão de pássaros silvestres foi criada em torno do local onde os três cisnes morreram, e a movimentação das aves será restrita.

As autoridades também pediram aos donos das granjas para que mantenham presas as aves de curral, a fim de evitar a propagação da doença.

O veterinário-chefe interino do Governo, Fred Landeg, classificou a morte dos cisnes de "notícia desagradável", e disse que o Reino Unido sofre com um risco constante de introdução de gripe aviária.

"Nossa mensagem a todas as pessoas que possuem aves, especialmente às da região, é que devem ficar atentas, informar qualquer sinal da doença imediatamente e aplicar os níveis mais altos de biossegurança", acrescentou Landeg.

Além disso, o Defra declarou que já iniciou uma "pesquisa epidemiológica" do fato e que o caso foi comunicado à CE.

Após a confirmação deste novo caso de gripe aviária, o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, se apressou em dizer que o Governo do país faz de "tudo" para evitar a propagação da doença.

Brown afirmou que "todas as precauções" serão tomadas e que tudo a respeito será feito com atenção.

John Houston, diretor-geral da Abbotsbury Tourism Limited, empresa que administra a colônia de cisnes, disse que a descoberta do vírus provocou "grande comoção", pois "ninguém esperava que chegasse aqui".

"Nossa principal preocupação é com a saúde dos cisnes, dos nossos funcionários e do público em geral", disse Houston.

Hospedagem: UOL Host