UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

11/03/2008 - 16h51

Domesticação dos burros teria começado há 5 mil anos, diz estudo

Washington, 11 mar (EFE) - A domesticação dos burros a partir de asnos selvagens há 5 mil anos estava em seus períodos iniciais, segundo o estudo de um grupo internacional de cientistas que sugere que este é um processo lento.

O estudo "Domesticação do burro: novos dados sobre momento, processo e indicadores", publicado na revista "Proceedings of the National Academy of Sciences", se baseia na análise dos esqueletos de dez burros encontrados no complexo funerário de um dos primeiros faraós egípcios, na localidade de Abydos.

Segundo os dados obtidos pelos pesquisadores, liderados por Fiona Marshall, professora de Antropologia da Universidade Washington de St. Louis (Estados Unidos), há 5 mil anos os burros estavam começando a ser domesticados.

Marshall indicou que "a pesquisa genética sugeriu origens africanas para o burro. Mas o momento exato e o local de domesticação é difícil porque os sinais de domesticação são difíceis de ver".

Os pesquisadores compararam os dez esqueletos de Abydos com os de 53 burros modernos e asnos selvagens africanos. A domesticação dos asnos africanos deu lugar à aparição de burros.

A análise mostrou que os metacarpos dos burros de Abydos eram semelhantes aos dos asnos selvagens, mas os esqueletos encontrados mostravam patologias consistentes com o carregamento de cargas.

Apesar de seu uso como animais de carga, os burros de Abydos continuavam sofrendo um considerável processo de mudança fenotípica nos primeiros períodos dinásticos do Egito.

Os cientistas disseram que estes dados são consistentes com outros estudos que sugerem que o processo de domesticação de animais é mais lento e complexo do que inicialmente pensado.

Hospedagem: UOL Host