UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

22/09/2003 - 10h52

Consumo de animal selvagem pode causar novo surto de Sars

HONG KONG (Reuters) - O ministro da Saúde de Hong Kong alertou na segunda-feira que qualquer eventual ressurgimento do vírus da Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave) seria resultado, muito provavelmente, do contato de pessoas com animais selvagens.

As declarações do ministro Yeoh Eng-kiong aparecem no momento em que autoridades da área de saúde se preparam para evitar um novo surto da Sars. No começo deste ano, a doença matou 800 pessoas em cerca de 30 países.

"Se ela voltar, será em razão do contato das pessoas com animais", disse Yeoh em uma entrevista em que divulgou as medidas de prevenção contra a doença, responsável pela morte de quase 300 pessoas em Hong Kong.

Segundo especialistas, o vírus mortal, detectado pela primeira vez na Província de Guangdong (sul da China), teria migrado para o homem vindo do gato almiscareiro, cuja carne é apreciada na região.

Houve vários relatos nos meios de comunicação ligando os primeiros casos da Sars com açougueiros e chefes de cozinha que manusearem a carne do animal.

Apesar das pressões das autoridades da área de saúde e de grupos de defesa dos animais para colocar fim a essa prática culinária, porém, as autoridades chinesas suspenderam recentemente a proibição sobre o comércio e o consumo desses animais selvagens.

Especialistas também advertiram que a doença poderia reaparecer durante o inverno, quando o vírus, parecido com o da gripe, é mais ativo.

Yeoh afirmou haver a possibilidade de o vírus sofrer uma mutação, assumindo uma forma menos agressiva.

"O vírus pode sofrer uma mutação e se tornar menos violento. Ele poderia deixar de provocar pneumonia, mas ainda assim ser infeccioso, e nesse caso, ele poderia se espalhar", disse.

(Por Tan Ee Lyn)

Hospedagem: UOL Host