UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

28/09/2004 - 11h19

Manifestantes interrompem discurso de Blair a partido

Por Katherine Baldwin

BRIGHTON, Inglaterra (Reuters) - Manifestantes interromperam nesta terça-feira por duas vezes um discurso do primeiro-ministro britânico, Tony Blair, na conferência do Partido Trabalhista em Brighton.

Eles gritaram enquanto Blair falava e foram retirados do centro onde ocorre a conferência por seguranças. Os manifestantes acusaram o premiê de querer proibir a caça à raposa para aplacar os membros trabalhistas, que estão furiosos com ele por causa do Iraque.

A maior parte dos trabalhistas é contra a caça, que muitos enxergam como elitista e uma relíquia dos tempos feudais. Mas os entusiastas argumentam que a caça é o método menos cruel de controlar a população de raposas.

Enquanto isso, nas ruas, manifestantes a favor da caça no país despejaram carcaças de animais em meio a barulhentos protestos. Com buzinas e cartazes a favor da caça, cerca de 8.000 manifestantes marcharam ao longo do calçadão da cidade de Brighton, rodeados por centenas de policiais.

Diversas mulheres vestidas com biquínis pretos tiraram a parte de cima e pularam nas gélidas águas do canal da Mancha como forma de protesto. A elas, juntaram-se membros do "Surfers 4 Hunting" (surfistas pela caça).

Os manifestantes defendem que a caça é uma parte essencial da herança cultural da parte rural do país, mas críticos dizem que a prática é um esporte sangrento e bárbaro.

Parlamentares do partido do primeiro-ministro votaram em massa há algumas semanas a favor da proibição da caça.

Hospedagem: UOL Host