UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

20/10/2004 - 11h22

Tailândia manda sacrificar tigres com gripe aviária

BANGCOC (Reuters) - A Tailândia ordenou na quarta-feira o sacrifício de 40 tigres suspeitos de terem contraído a gripe aviária, após mais sete felinos terem morrido da doença. O total de tigres mortos em um zoológico infectado chegou a 30.

"Precisamos sacrificar 40 tigres doentes com uma injeção de cloreto de potássio", disse à Reuters Thawat Suntrajarn, chefe do Departamento de Controle de Doenças do Ministério da Saúde. O sacrifício acontecerá na quarta-feira à noite para evitar o risco de mais infecções.

"Todos eles morreram três dias depois de apresentar sintomas, portanto não há necessidade de mantê-los", disse ele, referindo-se aos primeiros 23 tigres que morreram após comer carne de frango crua no zoológico de Sri Racha, 80 km leste de Bangcoc.

Especialistas da saúde temem que a gripe aviária, que já matou 31 pessoas no Sudeste Asiático neste ano, possa passar por uma mutação e virar altamente infecciosa em seres humanos, desencadeado uma pandemia global de gripe.

Exames nos 23 tigres mortos, com idade entre 8 meses e 2 anos, mostraram que eles foram infectados pelo vírus H5N1, disse a repórteres na terça-feira Charal Trinwuthipong, um assessor da comissão de gripe aviária do ministério.

Outros sete tigres morreram com sintomas semelhantes na terça-feira à noite, informou ele. O zoológico, que abriga cerca de 400 tigres, foi fechado na terça-feira depois que os tigres começaram a morrer há uma semana.

Até 20 milhões de pessoas morreram entre 1918 e 1919 com um surto da gripe espanhola, à qual os seres humanos tinham pouca ou nenhuma imunidade.

(Reportagem de Panarat Thepgumpanat, texto de Nopporn Wong-Anan)

Hospedagem: UOL Host