UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

19/11/2004 - 15h54

Espécie chinesa rara tem apenas 30 tigres na natureza

PEQUIM (Reuters) - Os tigres do sul da China, uma das mais raras das cinco subespécies de tigres que ainda existem, estão à beira da extinção, com menos de 30 animais vivendo em liberdade, disse na sexta-feira a agência de notícias Xinhua, citando uma pesquisa recente.

Cientistas da Administração Estatal Florestal da China e do World Nature Fund conduziram o estudo sobre os tigres selvagens. A maioria deles vive em montanhas ao longo das fronteiras das Províncias de Jiangxi, Hunan e Guangdong, no sul da China, afirmou a Xinhua.

As conclusões da pesquisa foram divulgadas num simpósio sobre tigres do sul da China realizado em Guangzhou, capital da província de Guangdong.

A Xinhua disse que a China tem 66 tigres do sul da China em 19 zoológicos, mas todos eles são descendentes de seis tigres selvagens capturados em 1956.

O tigre do sul da China, também chamado de tigre chinês, é originário dessa região e costumava ser encontrado nas florestas em montanhas no sul, no leste, no centro e no sudoeste do país.

Mas as guerras, a caça e a devastação ambiental levaram a espécie à quase extinção. Especialistas prevêem que esses tigres desapareçam até 2010 se não forem protegidos, disse a Xinhua. Para ajudar a preservá-los, a China enviaria dez tigres para a África do Sul, ajudando a readaptá-los à natureza.

Os tigres chineses e sua prole voltariam então para o país antes da Olimpíada de Pequim, em 2008, afirmou a agência.

As outras quatro subespécies remanescentes são as dos tigres siberiano, de bengala, da Indochina e de Sumatra.

Hospedagem: UOL Host