UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

18/08/2005 - 12h19

ONG vai resgatar cães e gatos dos assentamentos de Gaza

Peter Andrews/Reuters

Menina israelense com
seu cão em assentamento
na faixa de Gaza (11/8/2005)
JERUSALÉM (Reuters) - Uma ONG de proteção aos animais anunciou que vai enviar especialistas aos assentamentos judaicos abandonados na Faixa de Gaza para resgatar cães e gatos perdidos.

Cerca de metade dos 8.500 colonos da Faixa de Gaza já deixaram suas casas, cumprindo as ordens do governo. Os demais estão sendo retirados à força pelos militares, encerrando assim quase 38 anos de domínio israelense na região.

Avi Kuzi, que dirige a Sociedade de Proteção aos Animais, disse que os "caça-mascotes" vão entrar nos 21 assentamentos depois que eles forem oficialmente declarados desocupados.

Há muitos gatos sem dono em Israel, mas alguns animais podem ser mascotes que se perderam em mudanças feitas às pressas ou "manu militari".

Os animais encontrados nos assentamentos serão levados para abrigos em Israel até que sejam encontrados novos lares para eles. "Recebemos a promessa de que se eles decidirem colocar um só animal para dormir [matá-lo], vão nos informar com 24 horas de antecedência. Então irei lá para resgatá-lo", afirmou Kuzi.

Ele disse não haver uma avaliação precisa sobre o número de animais de estimação nos assentamentos. Sua expectativa é de encontrar especialmente gatos sem dono. Os colonos haviam registrado oficialmente 150 cães, mas Kuzi acredita que a maioria deles foi embora com seus donos.

Os assentamentos são encraves ricos e limpos em meio à caótica situação dos 1,4 milhão de palestinos amontoados em cidades e campos de refugiados da Faixa de Gaza.

O primeiro-ministro Ariel Sharon diz que a desocupação é uma forma de se "distanciar" do conflito com os palestinos.

Os colonos que saíram voluntariamente vão receber indenizações e ajuda para encontrar novas casas.

Hospedagem: UOL Host