UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

23/03/2006 - 13h45

Tartaruga gigante morre aos 250 anos na Índia

CALCUTÁ (Reuters) - Uma tartaruga terrestre gigante de Aldabra, que tinha por volta de 250 anos, morreu no zoológico de Calcutá por falência do fígado, disseram autoridades indianas nesta quinta-feira.

A tartaruga foi o animal de estimação de Robert Clive, o famoso militar britânico na Índia colonial em meados do século 18, afirmou um ministro do Estado de Bengala Ocidental.

Autoridades locais disseram que o animal, cujo nome era "Addwaitya" -- que significa "A Única" em bengali -- era a mais velha tartaruga do mundo, mas elas não apresentaram provas científicas sobre isso.

"Registros históricos mostram que era um animal do general britânico Robert Clive da Companhia Inglesa das Índias Orientais e passou muitos anos em seu espaçoso local antes de ser trazida para o zoológico há cerca de 130 anos", afirmou o ministro da Floresta de Bengala Ocidental, Jogesh Barman.

O ministro afirmou que detalhes sobre a vida de Addwaitya mostraram que marinheiros britânicos a trouxeram das ilhas Seychelles e a deram para Clive, que crescia rapidamente na hierarquia militar da companhia.

Nesta quinta-feira, o cercado da tartaruga estava vazio. "Este é um dia triste para nós. Sentiremos muita saudade", afirmou um funcionário do zoológico.

As tartarugas gigantes de Aldabra são encontradas nas ilhas Seychelles, no Oceano Índico. Elas pesam cerca de 120 quilos.

Hospedagem: UOL Host