UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

18/12/2006 - 09h19

Incêndios matam milhares de animais na Austrália

Por Alex Koutts

SYDNEY (Reuters) - Centenas de milhares de animais da Austrália, como coalas e cangurus, foram mortos em incêndios florestais no sudeste do país nas últimas duas semanas, disseram autoridades ambientais nesta segunda-feira.

Os incêndios, que continuam ativos em três Estados do leste da Austrália, são tão grandes e intensos que autoridades do setor ambiental temem que algumas espécies entrem em risco de extinção, já que as chamas estão destruindo habitats.

"O fogo é tão devastador e se movimenta tão rápido que os animais não têm nem chance de sair do caminho", disse Pat O'Brien, presidente da Associação de Proteção da Vida Selvagem.

"Por causa do calor e das bolas de fogo, os animais estão sendo queimados e mortos mesmo antes da chegada do fogo, porque está muito quente", disse O'Brien à Reuters.

Coalas, que por instinto sobem em árvores para manter a segurança, não têm chance de escapar das chamas. Os cangurus e as aves não conseguem correr mais rápido do que o fogo, disse.

"Estes incêndios vão contribuir diretamente para a extinção de algumas espécies e não saberemos os efeitos totais por 10 anos", observou.

"Leva 100 anos para alguns animais voltarem para uma área, se houver algum para voltar. No caso de gliders (marsupial noturno), que são raros e já estão ameaçados, pode ser que nunca mais voltem...simplesmente vão extinguir-se."

Os incêndios nos Estados de Victoria, Tasmânia e Nova Gales do Sul queimaram mais de 847 mil hectares. Os piores acontecem em Victoria, onde mais de 4.000 bombeiros estão combatendo quatro grandes focos, que atingiram 750 mil hectares.

A polícia afirma que mais de 30 casas foram destruídas até agora.

Os bombeiros disseram nesta segunda-feira que as condições climáticas mais frescas ajudaram a diminuir a ameaça em três Estados do leste, mas que os incêndios ainda estão fora de controle. No oeste da Austrália, um incêndio já destruiu 12 mil hectares e ainda não está sendo combatido.

Hospedagem: UOL Host