UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 Brasil

19/07/2006 - 20h11
Ascensão de Heloísa Helena faz PT temer 2o turno

BRASÍLIA (Reuters) - O crescimento da senadora Heloísa Helena nas pesquisas de intenção de voto fez o PT temer, pela primeira vez, a possibilidade de enfrentar um segundo turno na eleição presidencial contra o candidato tucano Geraldo Alckmin.

O partido já trabalhava com a hipótese de segundo turno, mas sondagens anteriores pintaram um cenário mais confortável para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva do que apontam agora.

"Estamos numa performance que nunca havíamos tido. Estamos começando a campanha no patamar dos 40 por cento (de intenção de voto). Se não tivéssemos tido crise (do mensalão) e a candidatura de Heloísa Helena, poderíamos estar bem melhor", afirmou na tarde desta quarta-feira a jornalistas o governador do Acre, Jorge Viana. O petista participou do primeiro encontro dos coordenadores da campanha presidencial na sede do PT em Brasília.

Pesquisa do Datafolha divulgada na terça-feira mostrou que a candidata do PSOL subiu 4 pontos percentuais, enquanto Lula e Alckmin permaneceram estagnados.

"Lula tem recomendado sempre os pés no chão e preparo para uma luta longa e dura", disse Viana, que é coordenador da campanha na região Norte.

Com a escalada da senadora, a divisão dos votos entre os três primeiros candidatos pode provocar uma segunda rodada na disputa pelo Palácio do Planalto. A vitória ainda em primeiro turno só é conquistada pelo candidato que obtiver 50 por cento mais um dos votos válidos.

Antes de o governador petista sugerir a possibilidade do segundo turno, o ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, disse que o efeito Heloísa Helena ainda não gerou um ambiente de polarização.

A avaliação do presidente do PT, o deputado Ricardo Berzoini (SP), é que o desempenho da senadora resulta de uma "exposição simpática" que a mídia daria a ela.

O PT prevê, no entanto, que Heloísa Helena estacionará com o início da propaganda eleitoral em razão do escasso tempo de mídia destinado ao PSOL.

"A pesquisa deixa claro que, se houver segundo turno, Lula estará nele. E não é improvável que o adversário do presidente seja Heloísa Helena", ironizou Tarso Genro.

A oposição vibrou com o crescimento da senadora na última sondagem, apesar de Alckmin permanecer no mesmo patamar que o registrado na pesquisa anterior. PSDB e PFL usam a chance de segundo turno para entusiasmar aliados e conquistar votos de eleitores indecisos.

Ao ser questionado por jornalistas sobre um eventual apoio de Heloísa Helena a Alckmin num segundo turno, Viana alfinetou: "Cruzamento de cobra com jacaré não existe".

(Por Natuza Nery e Áureo Germano)

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online Brasil
Dilma adota cautela; tucano atribui a Lula crescimento
Folha Online Cotidiano
Continuam as buscas pelas vítimas do naufrágio no DF
Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Empregos
Metrô de São Paulo seleciona profissionais para formação de um cadastro de reserva
UOL News Brasil
Ministra Marina Silva entregou os pontos, analisa Lucia Hippolito