UOL Notícias Ciência e Saúde
 

05/07/2007 - 18h37

Disfunção elétrica no cérebro de ratos pode ser chave para explicar a depressão

Da AFP, em Washington
Cientistas e médicos que há muito tempo têm se questionado sobre as possíveis causas dos processos cerebrais que provocam a depressão podem estar diante do Santo Graal que lhes daria a chave para entender esta doença, garante um estudo divulgado nesta quinta-feira.

Pesquisadores da escola de medicina da Universidade de Stanford descobriram que o cérebro dos ratos tem um circuito muito específico que parece canalizar todos os mecanismos e tratamentos para a depressão.

O comportamento que provoca a depressão se manifesta em variações dos sinais elétricos que se movem através do circuito, afirma o estudo publicado no site da revista Science.

Karl Deisseroth, professor de engenharia genética, psiquiatria e ciências do comportamento, disse que o circuito pode ser a chave para explicar o motivo das aparentes muitas causas e, por isso, tantos tratamentos para a depressão.

"Também nos ajuda a entender o conceito de como algo que parece tão difícil de tratar pode ter uma base tão concreta e quantitativa", disse o pesquisador.

Deisseroth liderou uma equipe de pesquisa com o objetivo de tentar demonstrar que as disfunções nos circuitos do cérebro podem ser a raiz da depressão.

A equipe baseou sua teoria no estudo da atividade elétrica no hipocampo do cérebro dos ratos tingido com fluorescência, usando câmeras de alta resolução para captar a atividade nos neurônios em tempo real.

De acordo com Deisseroth, o cérebro dos ratos se comporta de maneira similar ao humano em casos de depressão, e reage da mesma maneira à medicação existente para a doença.

Calculadoras

Massa corporal e gasto calórico

m

kg

Sexo

anos

* Os campos "Altura" e "Peso" são obrigatórios

* Esta avaliação não dispensa a orientação de um profissional de saúde. Procure um médico.

Hospedagem: UOL Host