UOL Notícias Ciência e Saúde
 

19/10/2007 - 16h15

Itália proíbe a publicidade chocante de Toscani sobre a anorexia

Da AFP
Em Milão
A chocante publicidade do fotógrafo italiano Oliviero Toscani contra a anorexia, na qual qual uma modelo esquelética é mostrada desnuda, foi proibida nesta sexta-feira na Itália pela entidade que disciplina o setor de publicidade.

A entidade considerou que a mensagem viola vários artigos do código que disciplina o setor da publicidade e exigiu que seja vetada.

Entre os artigos violados figura o número 1, que impõe que toda publicidade seja "honesta, verídica e correta" e evite "denigrir as pessoas".

As agências de publicidade estão obrigadas a acatar as decisões da entidade disciplinar.

O conhecido fotógrafo italiano Oliviero Toscani, célebre por suas campanhas polêmicas para a Benetton, lançou em setembro passadao uma impressionante denúncia sobre a anorexia com a publicação de uma foto gigante de duas páginas de uma menina nua e extremamente magra.

O anúncio, publicado no jornal La Republicca, incluía uma única palavra, "Não", e foi financiado pela marca de roupa italiana "No-l-ita".

"Há anos me ocupo do problema de anorexia. Quem são os responsáveis? No geral, os meios de comunicação, a televisão, a moda. Parece muito interessante que uma marca de roupa compreenda o fenômeno, tome consciência de seu papel e patrocine a campanha", declarou o fotógrafo na ocasião.

O mundo da moda acolheu favoravelmente a campanha.

Calculadoras

Massa corporal e gasto calórico

m

kg

Sexo

anos

* Os campos "Altura" e "Peso" são obrigatórios

* Esta avaliação não dispensa a orientação de um profissional de saúde. Procure um médico.

Hospedagem: UOL Host