UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

19/08/2008 - 15h44

Cuidados garantem segurança no uso do microondas

Marina Almeida
Especial para o UOL Ciência e Saúde
Não confie em tudo o que dizem sobre microondas na Internet. É o que recomenda o professor da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo), Pedro Germano. Segundo ele, todo aquecimento altera a composição dos alimentos, mas, nas condições de uso recomendadas, isso não representa um risco.

"O microondas aquece os alimentos por meio de ondas de radiação, mas não sabemos exatamente o que acontece na composição deles, que é muito complexa", completa o professor do Instituto de Química da USP, João Pedro Simon Farah.

Saúde é vital
Ele aquece com rapidez, é prático e ajuda a preservar os nutrientes dos alimentos. Mas será que ele é realmente seguro?
ENTENDA COMO FUNCIONA
PANELA DE ALUMÍNIO FAZ MAL?
PANELAS ANTIADERENTES
POTES E MAMADEIRAS DE PLÁSTICO
MAIS SOBRE PLÁSTICO NO NYT
"Não podemos garantir que seja benéfico, nem que seja prejudicial para a saúde; faltam pesquisas que comprovem o assunto. Por outro lado, ele é muito prático e alguns cuidados podem ser tomados durante sua utilização", assegura.

Manter-se a cerca de um metro do forno enquanto os alimentos cozinham, sugere Farah, é garantia de segurança. Essa recomendação é especialmente importante para pessoas que utilizam marcapasso, para evitar qualquer possível interferência das microondas.

Se a utilização do forno microondas for adequada, a qualidade dos alimentos não é alterada. Se for, a comida provavelmente será descartada, portanto não há risco.

Vale ressaltar que nem todos os plásticos podem ser levados ao microondas. É o caso das garrafas de plástico e potes de iogurte, margarina e maionese. Recipientes metálicos e de louça com fios dourados ou prateados também não devem ser usados nesse forno, pois podem explodir.

Os alimentos com pele ou casca, como batatas, salsichas, tomates e ovos, devem ser furados com um palito ou garfo antes de irem ao forno microondas para que o vapor saia e não haja risco de explosão. Pelo mesmo motivo, as tampas dos recipientes usados devem ser deixadas entreabertas.

Por aquecer mais rápido os alimentos, o forno microondas é apontado, por outro lado, como uma forma até mais eficiente de preservar os nutrientes da comida.

Eliana Cristina de Almeida, professora de nutrição da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), acredita, entretanto, que isso não é argumento para descartar de vez o fogão. "Usar a quantidade adequada de água, não cozinhar com a panela destampada e não descartar a água em que os alimentos foram cozidos garantem o aproveitamento dos nutrientes", sugere.

Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host