UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

20/11/2008 - 13h56

Rio Paraíba do Sul está liberado para uso depois de vazamento de pesticida

Vitor Abdala

Da Agência Brasil

No Rio de Janeiro (RJ)

Exames feitos no Rio Paraíba do Sul, no interior do Rio de Janeiro, mostram que a água, contaminada por um vazamento de pesticida, já está liberada para uso. A concentração do produto tóxico é considerada aceitável e não prejudicial à saúde, de acordo com a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feema).

O vazamento do pesticida Endosulfan ocorreu na madrugada de terça-feira (18), por causa da falha no descarregamento do produto na indústria química Servatis, no município de Resende, no sul fluminense. Cerca de 1,5 mil litros do pesticida escoaram para o Rio Pirapetinga e, posteriormente, para o Paraíba do Sul, maior rio fluminense.

De acordo com o chefe da Feema na região, José Roberto Araújo, o derramamento prejudicou o abastecimento de água e provocou a mortandade de grande quantidade de peixes em diversos municípios da região do sul estado, como Porto Real, Barra Mansa e Volta Redonda.

"Estamos preparando o relatório com todas as informações, inclusive com a entrevista feita com o pessoal da empresa e o conteúdo da reunião com o Ministério Público ontem [19]. E esse relatório técnico será encaminhado à Comissão Estadual de Controle Ambiental (Ceca), que vai decidir sobre o valor da multa, a punição ou enquadramento por crime ambiental", explicou Araújo.

Segundo nota divulgada pela Secretaria Estadual do Ambiente, a Servatis já foi autuada. Além disso, a Feema e a Companhia Estadual de Águas (Cedae) continuarão a monitorar as águas da região.

Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host