UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

28/10/2009 - 14h04

Nasa lança protótipo de foguete com sucesso na Flórida

Do UOL Ciência e Saúde*
Em São Paulo

A Nasa (agência espacial norte-americana) lançou com sucesso, nesta quarta-feira (28), o protótipo de foguete Ares 1-X, após adiamentos devido a problemas técnicos menores e a condições meteorológicas pouco favoráveis.

 

O foguete, de 100 m de altura e pronto para um teste que custará US$ 445 milhões, consiste em dois segmentos, um real e com combustível sólido e outro oco para configurar o tamanho e peso do Ares I real, no qual a Nasa coloca suas esperanças para o transporte de astronautas em baixas órbitas depois da era das naves.

 

 

AFP
O lançamento ocorreu no Kennedy Space Center, na Flórida, após adiamentos
VEJA IMAGENS DO MÊS
ASSISTA AO LANÇAMENTO

O voo servirá para que seja feita uma análise dos conceitos básicos do projeto e um levantamento de dados de engenharia.

 

A metade de cima do Ares 1-X é falsa. Neste local deve um dia ficar a cápsula para a tripulação e o mecanismo de saída de emergência, mas, em vez disso, o protótipo leva simuladores projetados para reproduzir a forma e o peso desses itens.

Uma vez que a metade de baixo do foguete tenha se separado do topo do 1-X, todos os elementos retornarão à Terra. A metade de baixo cairá de paraquedas no Oceano Atlântico, de onde será recuperada para a inspeção dos engenheiros da Nasa. A outra parte deve ser destruída no impacto com a água.

Futuro incerto

Os preparativos para o lançamento do Ares 1-X acontecem em um momento decisivo para o futuro do programa espacial dos Estados Unidos. O presidente americano, Barack Obama, convocou um painel de especialistas em maio para analisar os planos espaciais do país e suas prioridades.

A nova "arquitetura" de lançamento de missões espaciais tripuladas requer dois novos foguetes, o Ares 1 para lançamento de tripulação, e o novo foguete conhecido como Ares 5, que pode colocar em órbita o equipamento necessário para que uma cápsula tripulada possa viajar para a Lua ou além.

No entanto, todos os sistemas estão sob análise, e muitos analistas do setor esperam que os planos de desenvolvimento para o Ares sofram muitas modificações se de fato forem implementados. Se receber a permissão para prosseguimento, um foguete Ares 1 tripulado não deve voar antes de 2016.

 

*Com informações da Efe e da BBC

Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host