UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

14/03/2007 - 12h59

Consumo excessivo de álcool em uma só noite é moda entre europeus

BRUXELAS, 14 Mar (AFP) - Um em cada dez europeus admite ter adotado a moda do "binge-drinking", prática que consiste no consumo de uma quantidade excessiva de bebidas alcoólicas em uma só noite, o que pode levar os adeptos a um estado próximo ao do coma alcoólico. O estudo da Eurostat, escritório europeu de estatísticas, foi publicado nesta quarta-feira em Bruxelas.

De acordo com a pesquisa, os irlandeses encabeçam a lista dos adeptos do "binge-drinking" (34%), seguidos pelos finlandeses (27%), pelos britânicos (24%) e pelos dinamarqueses (23%). Entre os que menos recorrem a esta prática se encontram os italianos e os gregos (2%), seguidos dos portugueses (4%). A Espanha também faz parte do grupo de baixa porcentagem de adeptos com 5%.

Segundo a pesquisa, a prática de consumo massivo de álcool é particularmente elevada entre os mais jovens, já que a faixa etária de 15 a 24 anos representa 19% do total dos adeptos. O estudo revela ainda que o número de homens que bebe é superior ao de mulheres: 84% contra 68% de respostas positivas à pergunta "você consumiu álcool no ano passado?".

De acordo com Comissão Européia, o consumo excessivo de álcool e seu mal uso provocam 195.000 mortes na União Européia. Apenas entre os jovens, de 15 a 29 anos, uma em cada quatro mortes é relacionada à ingestão de álcool.

A pesquisa aponta ainda que a maioria dos europeus se pronunciou a favor da difusão de propagandas advertindo sobre os riscos da ingestão de álcool: 77% dos consultados aprovam que as garrafas de álcool tenham mensagens de advertência para mulheres grávidas e para aqueles que estão dirigindo. Outros 76% gostariam que houvesse mensagens específicas para os jovens.

"Fica claro com esta pesquisa que os cidadãos europeus são favoráveis ao uso de medidas destinadas a proteger grupos específicos da sociedade como as mulheres grávidas, os motoristas ou os jovens", explicou o comissário europeu de saúde, Markos Kyprianou.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter