UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

02/04/2007 - 23h39

Diretora da OMS alerta para pandemia de gripe aviária

CINGAPURA, 2 abr (AFP) - A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, disse nesta segunda-feira que os governos devem se preparar para uma pandemia de gripe das aves, descrevendo-a como uma certeza, embora seu timing e severidade sejam desconhecidos.

"A próxima pandemia irá acontecer certamente", disse a diretora-geral da OMS em uma entrevista coletiva que se seguiu a um fórum, em Cingapura, sobre a implementação da segurança sanitária em todo o mundo.

Mas ela ressaltou que "ninguém pode prever o timing e ninguém pode prever se será uma pandemia severa ou branda".

Ela também disse que nenhum cientista é capaz de prever qual vírus da gripe aviária dará origem à pandemia, mas lembrou que a cepa H5N1 tem sido proeminente nos últimos anos.

"Portanto, meu conselho a todos os Estados-membros é para manter a vigilância e se preparar para a pandemia. Uma coisa que sabemos com certeza é que o país que estiver preparado sofrerá menos danos", disse Chan.

Desde 2003, a gripe das aves matou pelo menos 169 pessoas, a maioria no sudeste asiático.

Mas Chan lembrou que o vírus se espalhou para outras partes do mundo.

"Eu acho que o mundo não viu este tipo de disseminação de uma gripe aviária. Nós a chamamos de uma disseminação sem precedentes. Saiu do foco da Ásia", afirmou.

O vírus "foi para o Oriente Médio, foi para a Europa, para a África. Até agora, os únicos continentes que não registraram casos foram a América do Norte e a América do Sul", acrescentou.

Chan disse que embora a OMS queira ver a gripe das aves sob controle, "meu sentimento é que precisamos manter nossa vigilância. Não podemos baixar a guarda".
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter