UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

11/04/2007 - 19h18

Revista científica apaga artigo sobre clonagem de lobos

SEUL, 11 abr (AFP) - Uma revista científica internacional apagou de seu site na Internet um artigo de cientistas sul-coreanos sobre a clonagem de lobos depois do início de uma investigação sobre dados incorretos na pesquisa.

Em uma mensagem publicada nesta quarta-feira em seu site, a revista Cloning and Stem Cells destacou que os autores pediram correções no artigo. A publicação informou que aguardará os resultados de uma investigação sobre a pesquisa realizada pela Universidade Nacional de Seul (SNU).

Uma equipe da SNU, presidida por Lee Byung-Chun e Shin Nam-Shik, anunciou em 26 de março a criação dos primeiros lobos clonados do mundo, em outubro de 2005, na verdade duas lobas, chamadas Snuwolf e Snuwolffy.

Mas a pesquisa foi questionada depois que se descobriu que os cientistas deram informações incorretas em uma tabela analisando a seqüência do DNA mitocondrial dos lobos e das cadelas que atuaram como mães substitutas.

Também foi encontrado um erro no cálculo da taxa de sucesso nas últimas tentativas da equipe para clonar cães, subestimando-o de forma a tornar mais impressionante o aparente progresso técnico feito pela equipe.

Lee disse que os erros não foram propositais e afirmou que pediu ao periódico que publicou seu artigo, Cloning and Stem Cells, que corrigisse os dados.

Segundo a agência de notícias Yonhap, também há suspeitas de que a equipe de cientistas deu detalhes incorretos em uma tabela que analisou o seqüenciamento do DNA mitocondrial das lobas clonadas e das cadelas que serviram de mães substitutas.

Se as suspeitas se confirmarem, este será um novo golpe para a SNU, já duramente atingida pelo escândalo envolvendo Hwang Woo-Suk, que foi alçado à condição de herói nacional até que uma investigação realizada pela universidade concluiu que parte de seu trabalho sobre a clonagem de células-tronco embrionárias humanas era falsa.

Lee também foi um dos principais integrantes da equipe deste cientista, que produziu o primeiro clone de cão no início de 2005.

Hwang está sendo julgado por fraude, desvio de recursos, quebra de ética, entre outras acusações, mas ele insiste em que ainda pode provar que criou os primeiros clones de células-tronco humanas.

O trabalho de sua equipe na criação do primeiro clone de cão, chamado Snuppy, foi investigado tanto pela SNU quanto por outras autoridades.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter