UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

07/05/2007 - 21h04

Nasa anuncia explosão de estrela supernova com brilho nunca visto

WASHINGTON, 7 maio 2007 (AFP) - A Nasa anunciou nesta segunda-feira a explosão de uma estrela supernova que produziu uma luminosidade de intensidade jamais vista, e que foi observada no outono (hemisfério norte) passado por astrônomos americanos.

Com telescópios terrestres (Keck, no Havaí, e Lick, no Monte Hamilton, na Califórnia) e espaciais (Chandra X-Ray), estes cientistas puderam apreciar a explosão de uma estrela gigante que emitiu uma luminosidade cinco vezes mais intensa do que qualquer outra das supernovas até então observadas.

"De todas as explosões de estrelas antes vistas, esta foi de longe a mais poderosa", disse Alex Filippenko, um dos astrônomos responsáveis pela descoberta.

"Nós nos surpreendemos com a intensidade luminosa e também com sua duração (70 dias)", acrescentou em uma nota.

Sua luminosidade foi 50 bilhões de vezes à do nosso Sol.

Na comunidade astronômica, acredita-se que as primeiras estrelas nascidas depois do Big Bang eram tão maciças como a desta explosão, o que poderia oferecer um testemunho pouco comum sobre a maneira como as supernovas terminam sua existência.

"Estas observações mostram, claramente, o fim de uma estrela extremamente maciça", afirmou Dave Pooley, astrônomo da Universidade da Califórnia.

A estrela que gerou a supernova SN 2006gy aparentemente expulsou uma grande quantidade de massa antes de explodir. Esta importante perda de massa é similar à que se vê, hoje, na estrela Eta Carinae, que se encontra em nossa galáxia.

Esta observação leva os astrônomos a se perguntar se a Eta Carinae pode se tornar uma supernova próxima a uma explosão.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter