UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

26/06/2007 - 11h22

Ilhas Galápagos entram para lista do patrimônio mundial em risco

PARIS, 26 jun (AFP) - O Comitê de Patrimônio Mundial incluiu nesta terça-feira as ilhas Galápagos (Equador) e o parque nacional Niokolo-Koba (Senegal) na lista de patrimônio em risco, com o objetivo de mobilizar mais recursos para a conservação destas áreas, anunciou a Unesco.

O Comitê celebra sua 31ª reunião em Christchurh (Nova Zelândia) com o objetivo de revisar o estado de conservação dos 830 locais que integram a lista de patrimônio mundial.

Situadas no Oceano Pacífico a 1.000 km das costas da América do Sul, as 19 ilhas do arquipélago de Galápagos e a reserva marinha que as cerca são um museu vivo único e um local incomparável para estudar a evolução.

"As espécies invasivas, o turismo crescente e a inmigração são as três principais ameaças para as ilhas. Por exemplo, nos últimos 15 anos o número de dias passados nas ilhas por passageiros de cruzeiros aumentou em 150%", destacou a Unesco.

"Este aumento trouxe consigo maior imigração. O tráfego de pessoas entre as ilhas é a causa da introdução de espécies invasivas", acrescenta o comunicado do Fundo da ONU.

Galápagos foram o primeiro local do planeta a integrar a lista de patrimônio mundial, em 1978. A área protegida foi ampliada em 2001.

O parque nacional Niokolo-Koba, na lista desde 1981, fica às margens do rio Gâmbia.

As florestas de savana do parque são hábitat de abundante fauna, que inclui exemplares do maior antílope do mundo (Taurotragus derbianus), chimpanzés, leões, leopardos e uma grande população de elefantes, assim como aves, répteis e anfíbios.

A caça e os planos de de construção de uma represa no rio Gâmbia ameaçam o parque, segundo a Unesco.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter