UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

29/06/2007 - 17h04

Cientistas encontram dente atribuído ao hominídeo mais antigo da Europa

Paleontólogos espanhóis anunciaram nesta sexta-feira (29) a descoberta de um dente que teria pertencido ao hominídeo mais antigo descoberto na Europa ocidental, há mais de um milhão de anos.

A descoberta aconteceu em 27 de junho na sítio arqueológico de "Sima do Elefante" na serra de Atapuerca, no norte da Espanha, perto de onde foram descobertos em 1994 os restos do até agora hominídeo mais antigo da Europa Ocidental, o Homo Antecessor, que possui 800 mil anos.

"A equipe de pesquisa de Atapuerca acaba de encontrar um pré-molar humano no nível TE9 da jazida da Sima do Elefante. Se trata do resto fóssil humano mais antigo da Europa ocidental", afirma um comunicado da Fundação Atapuerca, que administra o local.

"As primeiras análises nos permitem arriscar que se trata de um ancestral do Homo Antecessor, espécie descoberta na jazida de Grande Dolina, também na Serra de Atapuerca", acrescenta a nota.

Este dente, um pré-molar inferior um pouco gasto, pertencia provavelmente a um indivíduo de entre 20 e 25 anos, segundo José María Bermúdez de Castro, um dos três paleontólogos que dirigem os trabalhos.

"No momento não temos nem idéia de que espécie se trata, mas do que não existe dúvida, pelo nível (geológico) onde apareceu, é de que este dente pertenceu ao europeu mais antigo encontrado até agora", afirmou.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter