UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

14/07/2007 - 14h42

Indenizações de até um milhão de dólares para famílias de crianças líbias com Aids

PARIS, 14 jul 2007 (AFP) - As famílias das vítimas líbias no caso das enfermeiras búlgaras condenadas à morte na Líbia "teriam aceitado uma indenização de um milhão de dólares por família", mais de US$ 400 milhões no total, afirmou neste sábado uma fonte ligada ao processo.

A Suprema Corte da Líbia confirmou na quarta-feira a pena de morte para cinco enfermeiras búlgaras e um médico palestino condenados por contaminar 438 crianças com o vírus da Aids, das quais 56 em um hospital líbio.

No entanto, Tripoli anunciou que chegou a um acordo financeiro com as famílias das vítimas para evitar a sentença de morte, embora os termos do acordo não tenham sido detalhados.

O acordo abre a possibilidade de a pena de morte ser mudada para pena de prisão, que os acusados podem cumprir na Bulgária, afirmou sábado um dos advogados das enfermeiras, o francês Emmanuel Altit.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter