UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

03/08/2007 - 18h20

Foco de febre aftosa é identificado na Grã-Bretanha

LONDRES, 3 ago 2007 (AFP) - Um foco de febre aftosa foi descoberto pelo governo britânico, que proibiu os deslocamentos de gado e porcos em todo o território da Grã-Bretanha, anunciou o Ministério do Meio Ambiente nessa sexta-feira.

Está suspenso "o movimento de animais em nível nacional, exceto sob licença", declarou o porta-voz do departamento do Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais.

"Estão sendo efetuados controles sobre o movimento de reses abatidas. Até a reunião de animais para o banho (sanitário) está restrito, e todas as fazendas devem elevar seus níveis de biossegurança", destacou o porta-voz.

Segundo as autoridades, o foco de febre aftosa foi localizado em uma fazenda de Surrey, a sudoeste de Londres, sobre a qual foi aplicada uma área de "proteção" de três quilômetros e uma zona de "vigilância" de 10 quilômetros.

"Tanto na zona de proteção como na de vigilância haverá uma elevação dos níveis de biossegurança, controle de trânsito (...) e análise de produtos animais, para garantir a destruição do vírus da febre aftosa".

A decisão foi tomada após uma reunião do Cobra, o principal gabinete de emergência da Grã-Bretanha.

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, acompanhou a reunião a partir de sua residência de férias em Dorset, no sudoeste da Inglaterra, e voltará para Londres no sábado.

A Comissão européia já foi informada do surgimento do foco de febre aftosa em Surrey.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter