UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

08/08/2007 - 14h00

Matell identifica fabricante chinês de brinquedo que tinha tinta tóxica

Da AFP, em Nova York
A gigante americana dos brinquedos Mattel identificou a fábrica chinesa, localizada em Guangdong, que confeccionou os brinquedos retirados do mercado por conter tinta muito tóxica, à base de chumbo, informou nesta quarta-feira o The Wall Street Journal.

Na semana passada, a Fisher-Price, do grupo Mattel, retirou do mercado 967.000 brinquedos jogos que se suspeita conter tintas extremamente tóxicas se forem ingeridas.

O recall chamou muito a atenção, sobretudo porque envolve brinquedos muito populares como 'Dora, a exploradores' e os personagens da série 'Vila Sésamo'.

Depois da retirada, a gigante dos brinquedos foi acusada de não revelar a identidade do fabricante. Na ocasião, a Mattel se contentou em informar que os artigos vinham de um fabricante terceirizado chinês, sem dar seu nome ou sua localização.

"A Mattel está trabalhando com os distribuidores de todo o mundo para identificar os produtos afetados, para retirá-los do mercado, para interceptar as entregas em curso e para impedir as vendas", disse o grupo.

Segundo o The Wall Street Journal, a Mattel continua sua investigação sobre estes brinquedos, mas não aceita mais as entregas da fábrica chinesa.

Em junho, antes que se surgisse este assunto, um milhão e meio de trens de madeira fabricados na China tinham sido retirado do mercado nos Estados Unidos por seu importador, o grupo RC2 Corp. Também se suspeita que os brinquedos tinham sido cobertos com tintas composta por chumbo.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter