UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

01/08/2007 - 15h48

Sudeste da Ásia poderá ter grande surto de dengue, diz OMS

BBC Brasil
Autoridades da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmaram nesta quarta-feira que o sudeste da Ásia está enfrentando um grande surto de dengue.

Vários países da região registraram casos da doença e mortes causadas pela dengue.

O surto poderá ser igual ou até mesmo ultrapassar em número a última grande explosão de casos na região, em 1998, quando 1,5 mil pessoas morreram.

A dengue é transmitida a humanos pela picada do mosquito aedes aegypti. Entre os sintomas da doença estão fortes dores de cabeça, além de dores musculares e nas juntas.

A doença também pode matar especialmente aqueles que já tiveram contato com algum dos tipos do vírus causador, como crianças e imigrantes.

Piora

Segundo o correspondente da BBC Neil Bowdler, o último grande surto no sudeste da Ásia ocorreu em 1998 - quando cerca de 1,5 mil pessoas morreram, entre os 350 mil casos registrados em toda a região.

Bowdler afirma que a situação na região em 2007 pode piorar ainda mais.
A Indonésia já registrou 1,1 mil mortes e 300 crianças morreram no Camboja. Vietnã e Malásia também já registraram mortes causadas pela dengue.

John Ehrenberg, conselheiro regional da OMS para doenças transmitidas por insetos acredita que o número de casos pode aumentar ainda mais em agosto ou em setembro. Para ele, países mais pobres sofrem mais com a dengue do que os países ricos.

"Apesar de os países ricos estarem mais bem equipados para evitar a disseminação da doença e para tratar os infectados, isto não significa que eles estejam imunes à ameaça da dengue. O mosquito que transmite a doença foi encontrado até mesmo entre os edifícios cintilantes de Cingapura", disse.

Brasil

No Brasil, foram registrados 246,8 mil casos de dengue entre 1º de janeiro e a primeira semana de maio de 2007, segundo a Secretária de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde.

A secretaria também registrou no mesmo período 288 casos de febre hemorrágica da dengue e 38 mortes em todo o país.

Segundo o boletim da Secretaria de Vigilância Epidemiológica, comparando o período de janeiro a abril de 2007 com o mesmo período em 2006, ocorreu um aumento de 20% dos casos, sendo que o mês de março registrou o maior número de notificações.

A secretaria afirma em seu boletim que a região centro-oeste do Brasil tem alta incidência da doença, com uma taxa de 654,8 casos de dengue para cada 100 mil habitantes.

A região norte tem incidência considerada média, com taxa de 153,5 casos da doença para cada 100 mil habitantes.

As demais regiões têm incidência baixa. No nordeste, a taxa foi de 75,8 casos da doença para cada 100 mil habitantes; no sul, 88,9 casos para cada 100 mil e no sudeste foram 85,6 casos de dengue para cada 100 mil habitantes.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host