UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

07/08/2007 - 10h31

Alemã tem lápis retirado do cérebro após 55 anos

BBC Brasil
Uma alemã que passou 55 anos com o pedaço de um lápis dentro da cabeça teve o objeto finalmente retirado numa clínica de Berlim.

Margret Wegner caiu de rosto em cima do lápis quando tinha 4 anos. O objeto perfurou a bochecha e parte dele foi parar no cérebro, acima do olho direito.

A mulher de 59 anos sofreu de fortes dores de cabeça e sangramento nasal durante a maior parte de sua vida.
Cirurgiões alemães conseguiram remover boa parte do lápis, mas um pedaço de 2cm não pôde ser retirado por estar muito encravado.

Hans Behrbohm, médico que realizou a operação, disse que Wegner agora está livre das dores.

"A parte central do corpo estranho estava envolvida por um tecido macio e não causava nenhum mal à paciente, facilitando a remoção", disse Behrbohm à BBC.

Perigo calculado

Segundo o médico, "esta é uma área muito difícil de se operar, mas técnicas médicas modernas fizeram da cirurgia um perigo calculado".

"Ela já não sofre mais de dores na cabeça e vai recuperar o olfato, que havia sido prejudicado por um tumor nasal", explicou.

O lápis tinha 8cm de cumprimento e por pouco não atingiu um nervo ótico. Na época do acidente, médicos disseram que seria muito perigoso fazer uma operação devido à proximidade com o cérebro.

Behrdom disse que foi possível fazer a cirurgia com base em uma reconstução em 3D do interior do crânio de Wegner.

O marido da alemã, o técnico de box Ulli Wegner, disse que estava orgulhoso da bravura da mulher e que ela está se recuperando bem.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host