UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA
[selo]

01/08/2007 - 11h24

Um terço das crianças da América Latina não tem água potável

BBC Brasil
Mais de um terço das crianças e dos adolescentes da América Latina não têm acesso a água potável, segundo um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com o relatório, elaborado em conjunto entre o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), apenas um em cada quatro adultos enfrenta o mesmo problema.

O documento afirma que o problema de acesso a saneamento básico é ainda mais grave. O levantamento revela que 42,7% das crianças e adolescentes da região não tem acesso (ou tem acesso inadequado) a saneamento básico. Essa proporção é de 36,7% entre os adultos.

Em ambos os casos, a situação é mais crítica para crianças menores de cinco anos, que vivem em populações rurais e que são afrodescendentes ou indígenas.

A falta de acesso a água potável ameaça cerca de 21 milhões de crianças com menos de cinco anos na região.

Nicarágua, Honduras e Bolívia são os países onde a situação é mais grave, segundo a ONU.

"Milhares de casos de mortalidade infantil e desnutrição poderiam ser evitados a cada ano se o acesso (a água potável) fosse melhorado substancialmente", afirma o documento.

Em novembro de 2006, um relatório da ONU pediu um aumento nos investimentos para melhorar o acesso a água potável nos países em desenvolvimento.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host