UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA
[selo]

11/01/2008 - 15h26

Chiclete dietético em excesso pode causar diarréia, diz pesquisa

Da BBC Brasil
Chiclete dietético em excesso pode levar à diarréia e grande perda de peso, alertam médicos alemães em um artigo publicado na última edição da revista especializada "British Medical Journal".

A causa é o sorbitol, uma substância usada como adoçante em alguns chicletes e doces dietéticos - inclusive em produtos para diabéticos -, que também tem ação laxante.

No artigo, os médicos citam o exemplo de dois pacientes que ficaram doentes por causa do hábito de mascar 20 chicletes por dia.

Representantes da indústria afirmam que o sorbitol é uma substância segura e que os pacotes de chiclete trazem alertas sobre o consumo excessivo do produto.

Consumo excessivo

Uma mulher de 21 anos que sofria de diarréia e dores de barriga há oito meses passou por uma série de exames, até que os médicos se dessem conta de que a causa do problema era seu hábito de mascar chicletes dietéticos.

No período, ela emagreceu mais de 11 quilos e chegou a ficar abaixo do peso ideal.

Em outro caso, um homem foi internado em um hospital depois de perder 22 quilos ao longo de um ano e sofrer de diarréia.

Os médicos concluíram que os dois pacientes consumiam entre 20 g e 30 g de sorbitol por dia.

Cada chiclete tem cerca de 1,25 g do adoçante.

O médico Juergen Bauditz, do Departamento de Gastroenterologia do hospital da Universidade Charite, em Berlim, disse que entre 5 e 20g de sorbitol seriam suficientes para causar problemas menores no estômago, mas mais de 20 g poderiam causar diarréia e, como esses casos mostraram, uma severa perda de peso.

Quando o médico entrevistou os pacientes, ele descobriu que os dois substituíam um chiclete por outro com freqüência, ingerindo assim altas doses de sorbitol.

Frutas

Depois que os pacientes cortaram o sorbitol de suas dietas, os sintomas desapareceram e eles recuperaram o peso perdido.

Um porta-voz da empresa Wrigley, que produz vários chicletes dietéticos, afirmou que todos os ingredientes usados são seguros e que as embalagens trazem alertas sobre os efeitos laxantes do consumo excessivo.

"O sorbitol existe naturalmente em várias frutas, entre elas pêra, ameixa, cereja, tâmara, damasco, pêssego e maçã." "Está bem documentado na literatura médica, com estudos datando mais de 20 anos, que o consumo excessivo dos poliálcoois, como o sorbitol, pode ter um efeito laxante sobre algumas pessoas", concluiu o porta-voz.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host