UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

30/10/2009 - 10h30

Substância 'vilã' em macarrão instantâneo é liberada pela Anvisa

São Paulo - A utilização do glutamato monossódico, substância utilizada pela indústria alimentícia para realçar o sabor e aroma, e apontado pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste) como um dos ingredientes vilões dos macarrões instantâneos, por provocar reações adversas no organismo humano, é liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em pesquisa publicada ontem pelo JT, a Pro Teste avaliou as dez marcas mais vendidas no País de macarrão instantâneo e constatou que os produtos continham quantidades abusivas de glutamato, sódio e gordura. Alguns apresentavam até 2,3 gramas de sódio - volume que supera os 2 gramas diários de ingestão recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No entanto, de acordo com o órgão, os fabricantes de alimentos podem usar o glutamato na quantidade que considerarem suficiente "para obter o efeito tecnológico desejado". Basta que o nome da substância conste no rótulo. As informações são do Jornal da Tarde.

AE

Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host