UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

05/12/2007 - 16h40

Laboratório espacial europeu terá tecnologia portuguesa

Da Lusa
Em Lisboa
O novo laboratório espacial europeu Columbus, que parte na quinta-feira para a Estação Espacial Internacional a bordo do ônibus Atlantis, inclui tecnologia totalmente concebida em Portugal, afirmou nesta quarta-feira à Lusa Alberto Barbosa, administrador-executivo do grupo português Efacec, que também atua no Brasil.

"É uma bandeira nacional, porque é a primeira vez que um vôo espacial integra tecnologia portuguesa de raiz. E para nós também é muito importante, porque significa um poço de conhecimento em uma área de ponta", disse à Agência Lusa o administrador do grupo responsável pelo projeto luso.

Denominado EuTEMP, o equipamento espacial foi concebido e produzido pela Efacec e recebeu certificações da Nasa e da Agência Espacial Européia (ESA). Ele integrará a missão que começa na quinta-feira com a partida da nave espacial Atlantis do Cabo Canaveral, na Flórida (EUA).

"É a primeira vez que vai ser instalado [no espaço] um módulo cujo processo - desde a concepção até o desenvolvimento, passando por projeto, hardware, software, eletrônica e mecânica - foi totalmente produzido em Portugal pelos engenheiros da Efacec", frisou Alberto Barbosa.

Segundo explicou à Lusa o administrador da Efacec, o EuTEMP será montado na parte externa do módulo europeu Columbus, com o objetivo de medir a temperatura quando o astronauta sair para montar a Plataforma de Experiências Externa da ESA (EuTEF), dedicada à demonstração em órbita de tecnologias espaciais.

"O equipamento vai permanecer bastante tempo no espaço, mas o momento crítico da sua função é durante a montagem do Columbus, durante duas ou três horas, altura em que vai medir as variáveis físicas e a temperatura de vários pontos", diz o responsável.

A empresa lusa explica que o ambiente espacial é muito agressivo por causa da ausência de atmosfera e gravidade e dos níveis de radiação solar, podendo as temperaturas variar rapidamente de menos 140º C (quando os equipamentos estão na sombra) até 400º C (quando expostos ao sol).

Apesar das simulações que levam em consideração os fluxos térmicos, podem surgir situações imprevistas, havendo a necessidade de monitorar a temperatura dos vários instrumentos da plataforma.

Concebido durante mais de dois anos, o EuTEMP é uma unidade de medida e aquisição de temperatura de pequenas dimensões, autônoma e alimentada por baterias.

O EuTEMP transmitirá os dados para a Terra, por meio do Columbus, e foi construído para agüentar três anos no espaço, podendo funcionar isolado durante 30 dias.

Ele obedece a vários requisitos: de segurança e de qualificação da ESA e da Nasa, resistência a temperaturas extremas e integração eficiente com a plataforma EuTEF.

Os testes de qualificação para os requisitos da ESA aconteceram em 2004 e 2005, no European Space Research and Technology Centre (Estec), na Holanda.

A partir de agora, além dos laboratórios norte-americano e russo, a Estação Espacial Internacional passará a ter também um laboratório europeu, onde serão feitas experiências em biotecnologia e medicina, entre outras.

Portugal se tornou Estado-membro da ESA em 2000, sendo então criada a "Task Force ESA-Portugal", com a missão de apoiar a integração portuguesa nas atividades da ESA em um período de transição, que termina este ano.

Uma das missões da entidade, que financiou o EuTEMP, é promover a indústria portuguesa de mercado espacial, em especial a Efacec, uma das empresas portuguesas mais envolvidas no desenvolvimento de equipamentos para a ESA e o maior grupo português de engenharia eletrotécnica.

A Efacec está tocando diversos outros projetos na área de tecnologia espacial, como o CTTB (Component Technology Test Bed), que tem como objetivo testar o comportamento de diferentes tecnologias eletrônicas quando sujeitas a determinados ambientes do espaço.
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host