UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

13/10/2008 - 12h30

UE gastará R$ 230 bi/ano contra mudança do clima, diz estudo

Da Lusa
Em Lisboa
O pacote de medidas energéticas da União Européia (UE) para combater as alterações climáticas vai custar 73 bilhões de euros (R$ 230,5 bilhões) por ano até 2020, cita um estudo do grupo de especialistas Open Europe.

O custo para Portugal das medidas a serem aplicadas para alcançar os objetivos fixados pela Comissão Européia está estimado em 980 milhões de euros (R$ 3,09 bilhões) por ano até 2020.

A Comissão Européia fixou como objetivo para 2020 uma redução das emissões de gases poluentes com efeito estufa em 20%, que inclui produzir 20% de energia a partir de fontes renováveis e incorporar 10% de biocombustíveis nos combustíveis rodoviários.

"Estimamos que o custo deste pacote, no global, seja superior a 73 bilhões de euros por ano até 2020 para a União Européia", cita o estudo.

"Isto é equivalente a 160 euros por pessoa e a 650 euros por cada família de quatro pessoas", acrescenta.

A Comissão Européia tinha estimado um custo de 156 euros por pessoa e por ano.

O grupo considera que se tratam de custos "elevados e desnecessários", sendo uma solução muito cara para combater as alterações climáticas.

"Numa altura de crise financeira, elevados custos de energia e uma provável desaceleração da economia européia, é essencial que o custo efetivo das políticas contra as alterações climáticas e redução das emissões de carbono tenham um impacto econômico o mais baixo possível", diz o estudo.

O plano da União Européia é considerado por este grupo de especialistas como "um erro", afirmando ser "muito intervencionista e inflexível".
Fale com
UOL Ciência e Saúde

Compara e acha o menor preço

- Câmeras Digitais
- Notebooks - TV LCD - GPS - Auto MP3

UOL Ciência e Saúde no Twitter

Hospedagem: UOL Host