UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

22/06/2005 - 16h06
Cadeia perpétua para 10 acusados de massacre nazista em 1944

Roma, 22 jun (EFE).- O tribunal militar da Spezia, no centro da Itália, condenou nesta quarta-feira à prisão perpétua dez envolvidos em um massacre cometido por militares nazistas em 1944, quando 560 italianos foram assassinados na cidade de Sant'Anna di Stazzema.

Os condenados são dez ex-membros da SS (guarda política alemã), todos eles atualmente com mais de 80 anos, que foram declarados culpados do massacre perpetrado há mais de meio século.

A sentença, emitida pelo tribunal de Spezia após mais de sete horas de deliberações, põe fim a um processo judicial iniciado em 20 de abril de 2004. Nenhum dos condenados está na Itália ou assistiu ao julgamento.

Os envolvidos no massacre são o tenente Karl Gropler, de 82 anos; o tenente substituto Georg Rauch, de 84; o subtenente Gerard Sommer, de 84; os sargentos Alfred Schoneberg, de 84; Ludwig Heinrich Sonntag, de 81, Alfred Concina, de 86, Horst Richter, de 84, Werner Bruss, de 85, e Heinrich Schendel, de 83; e o cabo Ludwig Goering, de 82 anos.

O massacre ocorreu em 12 de agosto de 1944, quando os militares da SS nazista mataram a 560 civis de todas as idades com disparos de metralhadora e granadas, para depois reunir os corpos próximo à Igreja de Sant'Anna e carbonizá-los.

O único que confessou participação no massacre foi o cabo Goering, que admitiu ter fuzilado vinte mulheres. Seu advogado havia pedido a absolvição ao alegar que não tinha outra opção além da obediência a seus superiores.

Os envolvidos no massacre pertenciam à divisão 16 dos "Panzergrenadier", e foram acusados de assassinato premeditado, dado que "eram especialistas e estavam preparados".

A sentença foi recebida com emoção e aplausos por parte dos presentes na sala, entre eles o prefeito de Sant'Anna, Michele Sillicani, que mostrou sua satisfação e "gratidão" pela decisão do tribunal.

"Após 61 anos a justiça foi feita", afirmou o prefeito. O município de Sant'Anna conta atualmente com poucas dezenas de habitantes, que vivem em um punhado de casas em volta da igreja.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA