UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

04/10/2005 - 10h25
Glauber, Hall e Haensch são referências no campo da óptica

Estocolmo, 4 out (EFE).- A Real Academia Sueca de Ciências premiou hoje com o Nobel de Física os americanos Roy J. Glauber e John L. Hall e o alemão Theodor W. Haensch, que desenvolveram estudos referenciais no campo da óptica.

Glauber, agraciado com a metade do prêmio por sua "contribuição à teoria quântica da coerência óptica", nasceu há 80 anos em Nova York e, desde 1976, ocupa a cátedra Mallinckrodt de Física na Universidade de Harvard, onde terminou seus estudos universitários em 1949.

O cientista fez parte da direção de várias conceituadas publicações científicas, como o Journal of Mathematical Physics, e foi professor convidado no Instituto Franklin da Filadélfia, no prêmio Max Born da Sociedade Óptica Americana, no Prêmio de pesquisa A. von Humboldt e no Dannie Heineman.

Hall, de 71 anos e natural de Denver, compartilha o prêmio com Haensch, oito anos mais novo, por suas contribuições ao desenvolvimento da "precisão espectroscópica baseada em laser".

Professor no National Institute of Standards and Technology da Universidade do Colorado (EUA), onde é professor desde 1971, Hall terminou seus estudos de Física no Carnegie Institute of Technology de Pittsburgh (EUA) em 1961.

Em sua longa carreira científica, Hall reúne reconhecimentos como o prêmio Max Born, a medalha Frederic Ives da Sociedade Óptica Americana e o prêmio Davisson-Germer Prize da Sociedade Física Americana.

Nascido em Heidelberg (Alemanha), Haensch concluiu seu doutorado na universidade de sua cidade natal em 1969 e, em 1970, viajou para os Estados Unidos, onde dois anos depois tornou-se professor no departamento de Física da Universidade de Stanford.

De 1975 até sua volta à Alemanha 11 anos depois, Haensch foi professor do centro e realizou ali a maioria de suas descobertas sobre as técnicas de laser.

Atualmente, Theodor W. Haensch é diretor do Instituto Max-Planck de Óptica Quântica de Garching e catedrático de Física na Universidade Ludwig-Maximilian de Munique.

Entre os inúmeros prêmios que recebeu estão o Herbert P. Brodia da Sociedade Física Americana, o Cyrus B. Comstock da Academia Nacional de Ciências, e o William F. Meggers Award e a medalha Frederic Ives, ambos concedidos pela Sociedade Óptica Americana.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA