UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

17/12/2005 - 20h29
Bouteflika aparece na TV para dissipar rumores sobre sua saúde

Argel, 17 dez (EFE).- O presidente da Argélia, Abdelaziz Bouteflika, apareceu hoje pela primeira vez diante das câmaras desde sua internação em um hospital de Paris em 26 de novembro para afirmar a seus compatriotas que "não há razão para estar inquietos".

O chefe do Estado argelino deixou hoje o hospital militar de Val de Grace de Paris, onde foi internado de urgência para operar uma úlcera hemorrágica.

"Se minha saúde permitir, os argelinos terão mais discursos meus", afirmou perante as câmaras da televisão estatal argelina, mostrando-se confiante e rebatendo os rumores sobre seu estado de saúde surgidos durante sua internação.

"Não temos nada a esconder. Dissemos tudo com total clareza e transparência. Não podemos ser responsáveis de um povo e de uma nação e querer esconder coisas pelas quais devemos responder perante Deus", acrescentou o presidente.

Diante das poucas informações dadas pelas autoridades (só houve dois boletins médicos oficiais durante a sua internação), os meios argelinos especularam nas últimas semanas sobre a gravidade do estado de saúde de Bouteflika, analisando problemas cardiovasculares e até mesmo uma falha renal.

Mas a notícia mais alarmista chegou de Paris, onde um conhecido médico francês afirmou que o chefe do Estado argelino sofre de câncer de estômago.

O médico pessoal de Bouteflika, Messaud Zituni, deu hoje uma série de detalhes sobre o período de internação do presidente, que deverá ficar em repouso durante 30 dias, o habitual em um pós-operatório deste tipo.

Zituni assinalou que o presidente repousará em sua residência habitual, mas não precisou a data em que Bouteflika voltará a Argel, algo que também não foi informado pelas autoridades governamentais até agora.

O médico acrescentou que a cirurgia feita no presidente foi simples e durou apenas uma hora, já que se tratava simplesmente de deter a hemorragia. "Isto foi suficiente para sua cura total", que deve ser associada a um tratamento médico que já está sendo feito.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA