UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

31/07/2006 - 23h28
Fidel Castro delega suas funções pela primeira vez

Havana, 31 jul (EFE).- Pela primeira vez na história, o líder cubano, Fidel Castro, delegou poderes hoje ao seu irmão mais novo, Raúl, segundo homem na hierarquia do país, devido a uma crise intestinal com hemorragias que obrigou a uma internação hospitalar.

A vida do presidente cubano que no próximo dia 13 completará 80 anos, tem marcado a história de Cuba.

Estas são algumas das datas mais importantes na vida do líder cubano: 13 agosto de 1926.- Nasce no sítio Manacas de Birán (leste de Cuba).

1945.- Começa seus estudos de Direito em Havana.

1948.- Casa-se com Mirtha Díaz-Balart, com quem teve um filho, Fidel. O casamento durou até 1954.

26 de julho de 1953.- Comanda o fracassado ataque aos quartéis Moncada e Carlos Manuel de Céspedes, em Santiago de Cuba, contra o regime de Fulgencio Batista, com a ajuda do seu irmão mais novo, Raúl.

16 de outubro de 1953.- Fidel e Raúl são condenados à prisão pelo assalto ao quartel Moncada. O líder cubano é condenado a 15 anos.

Durante o julgamento pronuncia sua famosa alegação: "A história me absolverá". Na prisão, cria o Movimento 26 de Julho (M-26).

15 de maio de 1955.- Os dois deixam a prisão de Isla de Pinos, anistiados pelo Governo de Batista.

Julho de 1955.- Os irmãos Castro se exilam no México, onde conhecem Ernesto Guevara. Fidel e o Che planejam a volta para Cuba com um comando guerrilheiro.

25 de Novembro de 1956.- Parte de Santiago de la Peña (México) com 82 homens a bordo do iate Granma para começar a revolução.

2 de dezembro de 1956.- Desembarque do Granma na praia Las Coloradas, perto de Manzanillo.

1 de março de 1958. - Anuncia a guerra total no país e pede apoio à população para derrubar Batista.

1 de janeiro de 1959.- Batista foge do país e Fidel declara a vitória da revolução.

8 janeiro de 1959.- Entrada triunfal em Havana.

7 de maio de 1960.- Cuba e a URSS estabelecem relações diplomáticas e iniciam a colaboração militar e econômica.

28 de setembro de 1960.- Promove a criação dos Comitês de Defesa da Revolução (CDR), os "olhos e ouvidos" da revolução nos bairros.

13 outubro de 1960.- Desapropriação dos latifúndios e nacionalização das empresas estrangeiras, a maioria dos EUA, o que leva à ameaça americana de intervenção.

20 outubro de 1960.- EUA decretam o embargo às exportações cubanas.

3 de janeiro de 1961.- Ruptura de relações entre Cuba e EUA.

16 abril de 1961.- Proclamação do caráter socialista da Revolução.

19 de abril de 1961.- Vitória sobre tropas de cubanos anticastristas na Baía dos Porcos.

2 de dezembro de 1961.- Fidel se declara marxista-leninista.

31 de janeiro de 1962.- Expulsão de Cuba da OEA.

22 a 28 de outubro de 1962.- "Crise dos Mísseis", provocada pela instalação de silos para mísseis soviéticos com ogivas nucleares.

Outubro de 1965.- Após a renúncia do "Che" a seus cargos, Castro comanda a conversão do Partido Unido da Revolução Socialista (PURS) em Partido Comunista de Cuba (PCC).

Julho 1972.- Cuba entra no Conselho de Ajuda Mútua Econômica (CAME).

1975.- I Congresso do PCC. Castro assume o posto de primeiro secretário-geral, que mantém até hoje. Seu irmão Raúl é o segundo secretário. Não existe cargo semelhante em nenhum outro partido comunista.

Fevereiro de 1976.- Aprovação da Constituição cubana, que sofreria duas reformas, em julho de 1992 e em junho de 2002.

3 de dezembro de 1976.- Eleito presidente do Conselho de Estado.

Novembro 1978.- Primeiros contatos com a comunidade cubana no exterior, levando à libertação de 3.600 presos políticos.

Janeiro de 1980.- Milhares de cubanos se refugiam na embaixada do Peru. O conflito termina com a saída de 130 mil pessoas pelo porto de Mariel.

Dezembro de 1984.- Assinatura ds primeiros acordos migratórios com os EUA.

1989.- Queda do bloco soviético. Em 2 de abril, o líder soviético Mikhail Gorbachov visita Havana, e ouve a recusa de Castro a aplicar a "Perestroika".

Julho de 1989.- Julgamento e fuzilamento do general Arnaldo Ochoa, herói em várias disputas, e outros chefes militares, acusados de tráfico de drogas e alta traição.

29 de agosto de 1990.- Decreta o "Período Especial em tempos de paz", impondo grandes restrições. Nos primeiros anos da década adota uma tímida abertura econômica para enfrentar a crise da economia cubana.

Verão de 1994.- "Crise dos balseiros" termina com a saída de mais de 30.000 pessoas.

Janeiro de 1998.- Visita do Papa João Paulo II à ilha.

17 de dezembro de 2000.- Chega ao Panamá para a Cúpula Ibero-Americana. No dia seguinte, um grupo de cubanos anticastristas, liderados por Luis Posada Carriles, acusado de atentado contra Fidel Castro, é detido. Junho 2001.- Desmaia durante um ato público nos arredores de Havana.

Primavera de 2003.- Detenção e condenação de 75 dissidentes cubanos.

20 outubro de 2004.- Tropeça num ato público em Santa Clara, sofrendo graves lesões num braço e numa perna. Após a queda, aparece pela primeira vez de cadeira de rodas em público.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA